Publicações

Sobre a obra:

O livro Diálogos Socioambientais e Perspectivas Culturais nasce da premissa de que os fenômenos não se estruturam
separadamente. O conjunto de textos apresentado na obra é bom exemplo desse contexto. Apesar de os trabalhos
possuírem autonomia autoral, se ligam pelo amalgama interdisciplinar, seja em sua perspectiva endógena, quando um
campo de conhecimento intercambia, por empréstimo, saberes para que ele próprio possa inovar e se reproduzir
enquanto campo de conhecimento, encontros saudáveis, mas nem sempre consensuais; seja pela interdisciplinaridade
exógena, condição sine qua non do conhecimento científico que intercambia ideais, inovações, metodologias e
epistemologias diversas.